Assistir Fox Sports AO VIVO ONLINE

[:pb]

Fox Sports Brasil é um canal de televisão por assinatura brasileiro voltado para transmissão de eventos esportivos 24 horas por dia.[5] Desde 5 de fevereiro de 2012 o canal já está disponível em todo o território brasileiro, disponível em algumas operadoras no lugar do canal Speed Channel (pertencente ao mesmo grupo) com o início da Copa Santander Libertadores.[6] O canal está presente atualmente nas três maiores operadoras de TV por assinatura Sky, NET, Claro TV e também incluso na Vivo TV, Nossa TV, Algar TV e TV Alphaville. Atualmente, o canal já é o segundo canal mais assistido da TV paga no horário nobre, ficando apenas atrás do SporTV, pertencente a Globosat.[7] Um segundo canal, o Fox Sports 2 foi lançado em 24 de janeiro de 2014.[8]

O Fox Sports já estava presente em quase todos os países da América do Sul, América do Norte, América Central e Caribe, exceto na Guiana, Suriname e Guiana Francesa, e há muito tempo visava integrar também o mercado brasileiro. O canal só pôde ser lançado no país após a compra da participação majoritária da Fox Pan American Sports, que pertencia a HM Capital Partners.[9]

Atualmente, alguns canais pertencentes ao mesmo grupo transmitem, regularmente, alguns eventos exclusivos do canal Fox Sports, como o FX e a Fox (em 2012 apenas) que transmite (transmitiu) a Copa Libertadores, a Copa Sul-Americana e eventos de artes marciais mistas.

Em 2014 transmitiu a Copa do Mundo da FIFA no Brasil com ampla cobertura e em HDTV.

Controvérsias[editar | editar código-fonte]
Os motivos da não vinda do Fox Sports para o Brasil são, em sua grande maioria, especulações. Muitos falam da impossibilidade do canal trazer eventos importantes para o Brasil. O que é infundado, pois ele detém o segundo maior número de competições transmitidas na América Latina, só perdendo para a ESPN. Outro motivo seria o confronto de interesses com as Organizações Globo, no caso o canal SporTV, emissora esportiva em canal fechado do grupo.[10][11]

Com a suposta compra ou “parceria” do canal BandSports,[12][13] pertencente ao Grupo Bandeirantes de Comunicação, o FOX Sports iria deter os direitos de transmissão dos Jogos Olímpicos de Verão de 2012, de inverno de 2014 e da Copa do mundo de 2014, mas em contrapartida, a Band perderia os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro de Futebol de 2012 que são pertencentes a Rede Globo.[14] Meses após a notícia, Paulo Saad, executivo da Band anunciou que o grupo não irá vender o canal.[15]

Pela não inserção do canal nos pacotes da SKY e NET que são parceiras da Globosat, o canal provavelmente iria fazer uma queixa ao CADE.[16][17] Depois a Sky noticiou que não iria fazer queixa contra o canal. [carece de fontes]

Na transmissão da chamada do Fox Sports nos canais da Fox, a operadora SKY trocou a chamada original do canal por uma mixagem de propagandas da operadora.[18] Em resposta a seus clientes pelas redes sociais, pediu que os solicitados entrassem em contato com a Fox Sports e pedissem que os jogos da Libertadores fossem exibidos no canal FX, já que o canal é disponível no line-up da operadora.[19][20]

Ao contrário do que havia se noticiado, o Grupo Fox estaria cobrando preços menores as operadoras inferiores e oferecendo descontos e as maiores dobrando o preço com isso sofrendo com o alto preço e com incentivo da inserção do canal nas operadoras pelos usuários.[21] Segundo o presidente da SKY, Luiz Eduardo Baptista, disse em reportagem ao Meio & Mensagem que, “A Fox quer cobrar vinte vezes mais o Fox Sports em relação ao que custa o Speed. E isso eles não divulgam nas redes sociais”, dizendo pela incentivação nas redes sociais pela inserção do canal.

Outra controvérsia do canal é que em suas transmissões são ditos os nomes originais das competições, fato que não ocorre em outros canais. Um exemplo claro é utilizar Barclays Premier League e não somente Premier League. Não se sabe se o canal tem contrato de naming rights com as ligas, mas estranha o fato de que outros canais que mostram as competições não dizem o nome das marcas.[22]

Direitos de transmissão[editar | editar código-fonte]
O canal herdou os direitos dos seguintes eventos: Copa Sul-Americana, Copa Libertadores da América,[23] Campeonato Inglês, ATP, NASCAR[24] e no final de janeiro de 2012 a Fox comprou os direitos do Campeonato Italiano[25] por três temporadas, anteriormente os direitos eram pertencentes à ESPN Brasil.[26]

Em 2013, mostrará a Copa do Brasil e os mesmos jogos transmitidos pela Rede Globo Local na quarta e domingo do Campeonato Brasileiro, numa parceria com o SporTV, no qual passará a este alguns jogos das Copas Libertadores da América e Sul-Americana. Em troca, a emissora recebeu da Rede Globo o sublicenciamento dos direitos de transmissão da Copa do Mundo FIFA 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016 realizados no Brasil.

No dia 19 de dezembro de 2013, o canal comprou os direitos do Basquetebol universitário norte-americano, O canal terá direito de exibir ao vivo os mesmos jogos mostrados pela rede FOX nos Estados Unidos. A aquisição da FOX dará o direito de transmitir importantes jogos (não os mais importantes, que seguem na ESPN Brasil). Em março, na fase final, todos os jogos poderão ser transmitidos, o que garantirá exibições ao vivo no FOX Sports 2 em várias horas de vários dias, como já ocorre com ESPN Brasil e BandSports nessa época do ano[27].

Ainda em 2014, o Fox Sports transmitirá alguns eventos de PPV do Bellator MMA, mas a partir de 2015 a transmissão será exclusiva, tirando os direitos do Esporte Interativo[28].

No ano de 2015, O canal mostrará o Campeonato Alemão de Futebol, Supercopa da Alemanha e o playoffs de rebaixamento. O acordo entre a Fox e a Deutsche Fußball Liga abrangerá 80 países, Num contrato válido por 5 temporadas na América e na Ásia e por 2 temporadas na Europa. Com isso, a partir da temporada 2015/2016, a ESPN Brasil não mostrará mais o Campeonato Alemão de Futebol para o Brasil com exclusividade. Em Junho de 2015 o Fox Sports sublicenciou os direitos do Campeonato Alemão para a ESPN Brasil.[29]

No dia 1 de abril de 2014, o canal confirmou a aquisição dos direitos da Major League Baseball, Com isso o canal terá direito de exibir 3 jogos ao vivo por semana, um jogo na sexta, sempre no horário da Costa Oeste, e a uma rodada dupla no sábado, que deve ser a mesma transmitida pelo canal Fox Sports 1 nos Estados Unidos.[30]

No dia 17 de setembro de 2014, O Fox Sports Latino Americano fechou um contrato válido por 5 anos com a WWE, O contrato vale também para países como México, Brasil, Argentina, Colombia e Chile. Com o acordo o Fox Sports terá direitos de transmitir o WWE NXT, WWE RAW, WWE SmackDown, WWE Total Divas e eventos de Pay-Per-View pelo Fox Play.[31]

Em Julho de 2015 o canal Fox Sports anunciou que vai transmitir o Campeonato Espanhol e a UEFA Europa League. Competições que a ESPN Brasil tinha a exclusividade e sublicenciou ao Fox Sports Brasil, Além do Campeonato Belga e da Liga Escocesa ambas com exclusividade.[32]

Contratações[editar | editar código-fonte]
Dentre as contratações do canal estão: João Guilherme que era narrador canal SporTV,[33] também do SporTV Victorino Chermont e José Ilan ex-colunista do GloboEsporte.com, ambos serão comentaristas.[34] Marco de Vargas que era contratado do RBS TV filiada da Rede Globo no Rio Grande do Sul, Hamilton Rodrigues que estava no Portal Terra,[35] Carlos Eugênio Simon ex-árbitro de futebol que será comentarista,[36] Rodrigo Bueno conhecido como “Bubu” que estava no canal ESPN Brasil,[37] Eduardo Elias que era VJ da MTV Brasil,[38] Eder Reis que estava há cinco anos na RedeTV!,[39] Tammy Di Calafiori atriz pelo último trabalho na novela Passione da Rede Globo.[40][41][42] André Cavalcanti como repórter.[3] No dia 01º de novembro de 2012, a emissora anunciou a contratação do polêmico jornalista Renato Maurício Prado, que era do SporTV e saiu após discussão ao vivo com Galvão Bueno[43]. Recentemente integrou a equipe, Henrique Damy ex- Produtor e Editor da Rede TV e SBT. No rádio Damy passou por Eldorado, Band e CBN. Ele dará apoio a produção e edição do material gerado de São Paulo. No dia 05/02/2013, dia em que completou 1 ano de transmissões, a emissora anunciou a contratação do locutor Gustavo Villani, que era contratado da ESPN Brasil e que fazia transmissões pela Rádio Estadão ESPN. em março de 2013, com a saída de Emilim Schmitz, no qual deixou a emissora devido a compromissos particulares. a emissora anunciou Marina Ferrari, que estava na TV Bandeirantes[44].

No 4 de dezembro de 2013, O canal acertou a contratação de Fábio Sormani, comentarista da Jovem Pan FM São Paulo, ele se despediu da emissora de Rádio no dia 31 de dezembro de 2013 para seguir no Fox Sports. Sua estreia foi no FOX Sports Rádio no canal Fox Sports 2[45]. No dia 21 de janeiro de 2014, a emissora anunciou o lançamento do Fox Sports 2 e apresentou suas contratações para o novo canal, Os nomes foram Benjamin Back, Osvaldo Pascoal, Flávio Gomes, Mauro Beting, Paulo Roberto Falcão, Paulo Bonfá, Livia Nepomuceno, Mauricio Borges(Mano) e Fábio Sormani.[46] No dia 06 de Fevereiro de 2014, o canal acertou com mais dois reforços, o 1° é Cadu Cortez, jornalista da TV Cultura , que chega para narrar jogos no canal. Porém, Cadu Cortez continuará apresentando o quadro Hora do Esporte, dentro do Jornal da Cultura Primeira Edição.[47] O 2° reforço do canal, foi a apresentadora Paula Varejão, ex-Esporte Interativo, o anúncio da contratação veio por parte de Paula na rede social Instagram.[48] No dia 18/02/14, O canal contratou mais dois repórteres, um já tinha até postado em sua página no Facebook a saída da TV Globo Minas no fim de janeiro, mas sem revelar seu futuro profissional: Diego Bertozzi, que também trabalhou na TV Integração Uberlândia, na TV Tribuna (Santos) e na TV TEM Itapetininga. O outro repórter estava na RBS TV de Porto Alegre: se trata do Ricardo Lay, que também já passou por TVE RS e Rádio Pampa AM.[49]

No dia 08 de Dezembro de 2014, O Fox Sports contratou Paulo Vinícius Coelho principal comentarista da ESPN Brasil.[50]

No dia 25 de março de 2015, o Fox Sports contrata o narrador Nivaldo Prieto ex-Band.[51]

Em 16 de fevereiro de 2016, anuncia a contratação do narrador Deva Pascovicci ex-CBN e ex-SporTV [52].No dia 22 de fevereiro de 2016, foi anunciado a contratação do ex-Rádio Bandeirantes Leandro Quesada[53].

Pré-estreia e estreia[editar | editar código-fonte]
A primeira pré-estreia do canal aconteceu na noite de 25 de janeiro de 2012, com a transmissão, através de um pool entre os canais FX e Speed, da partida entre Internacional de Porto Alegre e Once Caldas de Manizales. O jogo foi narrado por Marco de Vargas, comentado por Paulo Júlio Clement e Carlos Eugênio Simon e reportado por Fernando Caetano e Vitorino Chermont. Durante a transmissão, os selos laterais que identificavam os canais que transmitiam a partida se transformavam no selo do Fox Sports, o que indicava que a transmissão foi produzida pela equipe do canal. Durante os intervalos das partidas, exibiram-se as primeiras chamadas do canal.[14]

A segunda e última pré-estreia aconteceu no dia 1º de fevereiro de 2012, com a transmissão do jogo entre Flamengo e Real Potosí, que foi realizada no Engenhão. O jogo teve a narração de João Guilherme. Em seguida, foi exibido, na íntegra, o video-tape da segunda partida entre Internacional e Once Caldas, em Manizales, com Marco de Vargas, José Ilan e Flávio Winick.[54]

A primeira transmissão foi de uma partida de futevôlei: o Desafio Fox Sports de Futevôlei (exclusivo) na praia de Copacabana no Rio de Janeiro, aonde os jogadores disputavam o título de “Rei da Rede”.

A Libertadores 2012 foi a primeira competição exibida pelo canal, com pouca experiência foram cometidos vários erros, no jogo Internacional x The Strongest o áudio do canal ficou atrasado em relação a imagem. Em muitos jogos vazou o áudio da Fox Sports América Latina. A partida entre Fluminense e Arsenal exibido no dia 7 de fevereiro de 2012 foi transmitido no novo canal do Grupo Fox e no canal Speed.[55][56]

Após este jogo transmitido por um dos canais da Fox, a mesma decidiu que não haveria mais a transmissão pelos canais do grupo a não ser o Fox Sports.[57][58] Apesar da decisão o canal exibiu dias após o jogo do Corinthians e o canal FX o jogo do Fluminense.[59][60]

No dia 14 de março, o canal entrou no line-up da SKY e, no mesmo dia, passou a transmitir os jogos da Copa Libertadores da América de 2012. O primeiro jogo a ser transmitido pela NET foi entre Olimpia e Flamengo exibido no dia da estreia.[61]

Negociações e entrada nas operadoras[editar | editar código-fonte]
Anteriormente a sua fundação o próprio canal disse que as negociações estaria em aberto mais ainda não confirmavam entrada em nenhuma operadora.[62]

O colunista Lauro Jardim, do blog “Radar on-line” da Revista Veja, afirmou antes da sua estreia que o canal havia fechado negociações com a Oi TV e GVT TV e em estágio avançado com a Telefônica TV Digital (Vivo TV), cobrando apenas R$ 1,50 por cada assinatura, o valor era igual ao que o canal ESPN cobrava.[54][63] A Claro TV já teria fechado com o canal, mas este não aparecia na grade da operadora ainda. O canal já estaria em negociações com as operadoras e que precisaria de mais tempo para acertar.[54]

Segundo notícia publicada no “TV Esporte Blog” hospedado pelo site Yahoo! a Claro TV já havia assinado o contrato mas havia uma cláusula contratual aonde condicionava à entrada da NET e SKY.[64] No dia 12 de março, a SKY fecha o contrato com o canal,[65] que entrou na mesma semana. Em 20 de março de 2012 a coluna “Outro Canal” do jornal Folha de S.Paulo comentou que o canal poderia ser exibido pela NET muito em breve, já que as partes já haviam se entendido e o acordo já estava adiantado.[66]

Antecipadamente em 3 de fevereiro, foi anunciado que o canal seria transmitido pela Nossa TV do missionário R.R. Soares.[67] Um dia antes da estreia ou seja em 26 de março de 2012 a NET anunciou que o canal estraria na programação no dia 27 para os assinantes do pacote HD no canal 554 e no canal 97 no formato SD.[61] Após adicionar o canal NET a Claro TV trocou o canal Speed pelo Fox Sports, no dia 28 de março de 2012 disponível a partir do pacote Essencial.[68][69]

O canal estreou às 10 horas do dia 5 de fevereiro de 2012 disponível para as operadoras TVN,[70] Nossa TV[71], Cabotelecom,[72] Claro TV e Oi TV estes dois últimos lançados como canal de testes após um dia do seu lançamento.[73][74]

Dois dias após, a operadora de TV a cabo RCA de Teresópolis no Rio de Janeiro adicionou o canal no seu line-up no canal 58,[75] a operadora TCM de Mossoró, Rio Grande do Norte também adicionou o canal mesma numeração (58).[76] Após 7 dias, o canal começou a ser disponibilizado pelas operadoras: CTBC TV no canal 465, Telefônica TV Digital (atualmente Vivo TV) no canal 465 e pela Oi TV canal 520.[77] Antecipadamente pelo Twitter, a TTD anunciou que o canal seria adicionado no dia 14, mas a mensagem foi apagada e novamente divulgado só que para o dia seguinte (15).[78][79] Um dia após a Fibra TV adicionou o canal na numeração 50 e a GVT TV no canal 53.[80]

No dia 14 de março de 2012 o canal estreou na SKY substituindo o canal Speed no canal 28.[81] No dia 27 de março de 2012 o Fox Sports anuncia a entrada na NET e na Claro TV. Em ambas as operadoras, entra no lugar do canal Speed, canal 97 e canal 50 respectivamente, sendo que na NET entrou com a disponibilidade do canal em HDTV no canal 554.[66] Na madrugada do dia 28 de março de 2012 o canal entrou na grade da Claro TV. Dias após a operadora anunciou que o canal estaria disponível em formato high-definition no canal 550.[82] Em 12 de abril a SKY trocou a numeração do canal para 27.[83] Em 26 de abril de 2012 o canal Fox Sports em HD foi adicionado a programação da SKY no canal 227.[84]

via: wikipedia[:es]

 

Fox Sports Brasil é um canal de televisão por assinatura brasileiro voltado para transmissão de eventos esportivos 24 horas por dia.[5] Desde 5 de fevereiro de 2012 o canal já está disponível em todo o território brasileiro, disponível em algumas operadoras no lugar do canal Speed Channel (pertencente ao mesmo grupo) com o início da Copa Santander Libertadores.[6] O canal está presente atualmente nas três maiores operadoras de TV por assinatura Sky, NET, Claro TV e também incluso na Vivo TV, Nossa TV, Algar TV e TV Alphaville. Atualmente, o canal já é o segundo canal mais assistido da TV paga no horário nobre, ficando apenas atrás do SporTV, pertencente a Globosat.[7] Um segundo canal, o Fox Sports 2 foi lançado em 24 de janeiro de 2014.[8]

O Fox Sports já estava presente em quase todos os países da América do Sul, América do Norte, América Central e Caribe, exceto na Guiana, Suriname e Guiana Francesa, e há muito tempo visava integrar também o mercado brasileiro. O canal só pôde ser lançado no país após a compra da participação majoritária da Fox Pan American Sports, que pertencia a HM Capital Partners.[9]

Atualmente, alguns canais pertencentes ao mesmo grupo transmitem, regularmente, alguns eventos exclusivos do canal Fox Sports, como o FX e a Fox (em 2012 apenas) que transmite (transmitiu) a Copa Libertadores, a Copa Sul-Americana e eventos de artes marciais mistas.

Em 2014 transmitiu a Copa do Mundo da FIFA no Brasil com ampla cobertura e em HDTV.

Controvérsias[editar | editar código-fonte]
Os motivos da não vinda do Fox Sports para o Brasil são, em sua grande maioria, especulações. Muitos falam da impossibilidade do canal trazer eventos importantes para o Brasil. O que é infundado, pois ele detém o segundo maior número de competições transmitidas na América Latina, só perdendo para a ESPN. Outro motivo seria o confronto de interesses com as Organizações Globo, no caso o canal SporTV, emissora esportiva em canal fechado do grupo.[10][11]

Com a suposta compra ou “parceria” do canal BandSports,[12][13] pertencente ao Grupo Bandeirantes de Comunicação, o FOX Sports iria deter os direitos de transmissão dos Jogos Olímpicos de Verão de 2012, de inverno de 2014 e da Copa do mundo de 2014, mas em contrapartida, a Band perderia os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro de Futebol de 2012 que são pertencentes a Rede Globo.[14] Meses após a notícia, Paulo Saad, executivo da Band anunciou que o grupo não irá vender o canal.[15]

Pela não inserção do canal nos pacotes da SKY e NET que são parceiras da Globosat, o canal provavelmente iria fazer uma queixa ao CADE.[16][17] Depois a Sky noticiou que não iria fazer queixa contra o canal. [carece de fontes]

Na transmissão da chamada do Fox Sports nos canais da Fox, a operadora SKY trocou a chamada original do canal por uma mixagem de propagandas da operadora.[18] Em resposta a seus clientes pelas redes sociais, pediu que os solicitados entrassem em contato com a Fox Sports e pedissem que os jogos da Libertadores fossem exibidos no canal FX, já que o canal é disponível no line-up da operadora.[19][20]

Ao contrário do que havia se noticiado, o Grupo Fox estaria cobrando preços menores as operadoras inferiores e oferecendo descontos e as maiores dobrando o preço com isso sofrendo com o alto preço e com incentivo da inserção do canal nas operadoras pelos usuários.[21] Segundo o presidente da SKY, Luiz Eduardo Baptista, disse em reportagem ao Meio & Mensagem que, “A Fox quer cobrar vinte vezes mais o Fox Sports em relação ao que custa o Speed. E isso eles não divulgam nas redes sociais”, dizendo pela incentivação nas redes sociais pela inserção do canal.

Outra controvérsia do canal é que em suas transmissões são ditos os nomes originais das competições, fato que não ocorre em outros canais. Um exemplo claro é utilizar Barclays Premier League e não somente Premier League. Não se sabe se o canal tem contrato de naming rights com as ligas, mas estranha o fato de que outros canais que mostram as competições não dizem o nome das marcas.[22]

Direitos de transmissão[editar | editar código-fonte]
O canal herdou os direitos dos seguintes eventos: Copa Sul-Americana, Copa Libertadores da América,[23] Campeonato Inglês, ATP, NASCAR[24] e no final de janeiro de 2012 a Fox comprou os direitos do Campeonato Italiano[25] por três temporadas, anteriormente os direitos eram pertencentes à ESPN Brasil.[26]

Em 2013, mostrará a Copa do Brasil e os mesmos jogos transmitidos pela Rede Globo Local na quarta e domingo do Campeonato Brasileiro, numa parceria com o SporTV, no qual passará a este alguns jogos das Copas Libertadores da América e Sul-Americana. Em troca, a emissora recebeu da Rede Globo o sublicenciamento dos direitos de transmissão da Copa do Mundo FIFA 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016 realizados no Brasil.

No dia 19 de dezembro de 2013, o canal comprou os direitos do Basquetebol universitário norte-americano, O canal terá direito de exibir ao vivo os mesmos jogos mostrados pela rede FOX nos Estados Unidos. A aquisição da FOX dará o direito de transmitir importantes jogos (não os mais importantes, que seguem na ESPN Brasil). Em março, na fase final, todos os jogos poderão ser transmitidos, o que garantirá exibições ao vivo no FOX Sports 2 em várias horas de vários dias, como já ocorre com ESPN Brasil e BandSports nessa época do ano[27].

Ainda em 2014, o Fox Sports transmitirá alguns eventos de PPV do Bellator MMA, mas a partir de 2015 a transmissão será exclusiva, tirando os direitos do Esporte Interativo[28].

No ano de 2015, O canal mostrará o Campeonato Alemão de Futebol, Supercopa da Alemanha e o playoffs de rebaixamento. O acordo entre a Fox e a Deutsche Fußball Liga abrangerá 80 países, Num contrato válido por 5 temporadas na América e na Ásia e por 2 temporadas na Europa. Com isso, a partir da temporada 2015/2016, a ESPN Brasil não mostrará mais o Campeonato Alemão de Futebol para o Brasil com exclusividade. Em Junho de 2015 o Fox Sports sublicenciou os direitos do Campeonato Alemão para a ESPN Brasil.[29]

No dia 1 de abril de 2014, o canal confirmou a aquisição dos direitos da Major League Baseball, Com isso o canal terá direito de exibir 3 jogos ao vivo por semana, um jogo na sexta, sempre no horário da Costa Oeste, e a uma rodada dupla no sábado, que deve ser a mesma transmitida pelo canal Fox Sports 1 nos Estados Unidos.[30]

No dia 17 de setembro de 2014, O Fox Sports Latino Americano fechou um contrato válido por 5 anos com a WWE, O contrato vale também para países como México, Brasil, Argentina, Colombia e Chile. Com o acordo o Fox Sports terá direitos de transmitir o WWE NXT, WWE RAW, WWE SmackDown, WWE Total Divas e eventos de Pay-Per-View pelo Fox Play.[31]

Em Julho de 2015 o canal Fox Sports anunciou que vai transmitir o Campeonato Espanhol e a UEFA Europa League. Competições que a ESPN Brasil tinha a exclusividade e sublicenciou ao Fox Sports Brasil, Além do Campeonato Belga e da Liga Escocesa ambas com exclusividade.[32]

Contratações[editar | editar código-fonte]
Dentre as contratações do canal estão: João Guilherme que era narrador canal SporTV,[33] também do SporTV Victorino Chermont e José Ilan ex-colunista do GloboEsporte.com, ambos serão comentaristas.[34] Marco de Vargas que era contratado do RBS TV filiada da Rede Globo no Rio Grande do Sul, Hamilton Rodrigues que estava no Portal Terra,[35] Carlos Eugênio Simon ex-árbitro de futebol que será comentarista,[36] Rodrigo Bueno conhecido como “Bubu” que estava no canal ESPN Brasil,[37] Eduardo Elias que era VJ da MTV Brasil,[38] Eder Reis que estava há cinco anos na RedeTV!,[39] Tammy Di Calafiori atriz pelo último trabalho na novela Passione da Rede Globo.[40][41][42] André Cavalcanti como repórter.[3] No dia 01º de novembro de 2012, a emissora anunciou a contratação do polêmico jornalista Renato Maurício Prado, que era do SporTV e saiu após discussão ao vivo com Galvão Bueno[43]. Recentemente integrou a equipe, Henrique Damy ex- Produtor e Editor da Rede TV e SBT. No rádio Damy passou por Eldorado, Band e CBN. Ele dará apoio a produção e edição do material gerado de São Paulo. No dia 05/02/2013, dia em que completou 1 ano de transmissões, a emissora anunciou a contratação do locutor Gustavo Villani, que era contratado da ESPN Brasil e que fazia transmissões pela Rádio Estadão ESPN. em março de 2013, com a saída de Emilim Schmitz, no qual deixou a emissora devido a compromissos particulares. a emissora anunciou Marina Ferrari, que estava na TV Bandeirantes[44].

No 4 de dezembro de 2013, O canal acertou a contratação de Fábio Sormani, comentarista da Jovem Pan FM São Paulo, ele se despediu da emissora de Rádio no dia 31 de dezembro de 2013 para seguir no Fox Sports. Sua estreia foi no FOX Sports Rádio no canal Fox Sports 2[45]. No dia 21 de janeiro de 2014, a emissora anunciou o lançamento do Fox Sports 2 e apresentou suas contratações para o novo canal, Os nomes foram Benjamin Back, Osvaldo Pascoal, Flávio Gomes, Mauro Beting, Paulo Roberto Falcão, Paulo Bonfá, Livia Nepomuceno, Mauricio Borges(Mano) e Fábio Sormani.[46] No dia 06 de Fevereiro de 2014, o canal acertou com mais dois reforços, o 1° é Cadu Cortez, jornalista da TV Cultura , que chega para narrar jogos no canal. Porém, Cadu Cortez continuará apresentando o quadro Hora do Esporte, dentro do Jornal da Cultura Primeira Edição.[47] O 2° reforço do canal, foi a apresentadora Paula Varejão, ex-Esporte Interativo, o anúncio da contratação veio por parte de Paula na rede social Instagram.[48] No dia 18/02/14, O canal contratou mais dois repórteres, um já tinha até postado em sua página no Facebook a saída da TV Globo Minas no fim de janeiro, mas sem revelar seu futuro profissional: Diego Bertozzi, que também trabalhou na TV Integração Uberlândia, na TV Tribuna (Santos) e na TV TEM Itapetininga. O outro repórter estava na RBS TV de Porto Alegre: se trata do Ricardo Lay, que também já passou por TVE RS e Rádio Pampa AM.[49]

No dia 08 de Dezembro de 2014, O Fox Sports contratou Paulo Vinícius Coelho principal comentarista da ESPN Brasil.[50]

No dia 25 de março de 2015, o Fox Sports contrata o narrador Nivaldo Prieto ex-Band.[51]

Em 16 de fevereiro de 2016, anuncia a contratação do narrador Deva Pascovicci ex-CBN e ex-SporTV [52].No dia 22 de fevereiro de 2016, foi anunciado a contratação do ex-Rádio Bandeirantes Leandro Quesada[53].

Pré-estreia e estreia[editar | editar código-fonte]
A primeira pré-estreia do canal aconteceu na noite de 25 de janeiro de 2012, com a transmissão, através de um pool entre os canais FX e Speed, da partida entre Internacional de Porto Alegre e Once Caldas de Manizales. O jogo foi narrado por Marco de Vargas, comentado por Paulo Júlio Clement e Carlos Eugênio Simon e reportado por Fernando Caetano e Vitorino Chermont. Durante a transmissão, os selos laterais que identificavam os canais que transmitiam a partida se transformavam no selo do Fox Sports, o que indicava que a transmissão foi produzida pela equipe do canal. Durante os intervalos das partidas, exibiram-se as primeiras chamadas do canal.[14]

A segunda e última pré-estreia aconteceu no dia 1º de fevereiro de 2012, com a transmissão do jogo entre Flamengo e Real Potosí, que foi realizada no Engenhão. O jogo teve a narração de João Guilherme. Em seguida, foi exibido, na íntegra, o video-tape da segunda partida entre Internacional e Once Caldas, em Manizales, com Marco de Vargas, José Ilan e Flávio Winick.[54]

A primeira transmissão foi de uma partida de futevôlei: o Desafio Fox Sports de Futevôlei (exclusivo) na praia de Copacabana no Rio de Janeiro, aonde os jogadores disputavam o título de “Rei da Rede”.

A Libertadores 2012 foi a primeira competição exibida pelo canal, com pouca experiência foram cometidos vários erros, no jogo Internacional x The Strongest o áudio do canal ficou atrasado em relação a imagem. Em muitos jogos vazou o áudio da Fox Sports América Latina. A partida entre Fluminense e Arsenal exibido no dia 7 de fevereiro de 2012 foi transmitido no novo canal do Grupo Fox e no canal Speed.[55][56]

Após este jogo transmitido por um dos canais da Fox, a mesma decidiu que não haveria mais a transmissão pelos canais do grupo a não ser o Fox Sports.[57][58] Apesar da decisão o canal exibiu dias após o jogo do Corinthians e o canal FX o jogo do Fluminense.[59][60]

No dia 14 de março, o canal entrou no line-up da SKY e, no mesmo dia, passou a transmitir os jogos da Copa Libertadores da América de 2012. O primeiro jogo a ser transmitido pela NET foi entre Olimpia e Flamengo exibido no dia da estreia.[61]

Negociações e entrada nas operadoras[editar | editar código-fonte]
Anteriormente a sua fundação o próprio canal disse que as negociações estaria em aberto mais ainda não confirmavam entrada em nenhuma operadora.[62]

O colunista Lauro Jardim, do blog “Radar on-line” da Revista Veja, afirmou antes da sua estreia que o canal havia fechado negociações com a Oi TV e GVT TV e em estágio avançado com a Telefônica TV Digital (Vivo TV), cobrando apenas R$ 1,50 por cada assinatura, o valor era igual ao que o canal ESPN cobrava.[54][63] A Claro TV já teria fechado com o canal, mas este não aparecia na grade da operadora ainda. O canal já estaria em negociações com as operadoras e que precisaria de mais tempo para acertar.[54]

Segundo notícia publicada no “TV Esporte Blog” hospedado pelo site Yahoo! a Claro TV já havia assinado o contrato mas havia uma cláusula contratual aonde condicionava à entrada da NET e SKY.[64] No dia 12 de março, a SKY fecha o contrato com o canal,[65] que entrou na mesma semana. Em 20 de março de 2012 a coluna “Outro Canal” do jornal Folha de S.Paulo comentou que o canal poderia ser exibido pela NET muito em breve, já que as partes já haviam se entendido e o acordo já estava adiantado.[66]

Antecipadamente em 3 de fevereiro, foi anunciado que o canal seria transmitido pela Nossa TV do missionário R.R. Soares.[67] Um dia antes da estreia ou seja em 26 de março de 2012 a NET anunciou que o canal estraria na programação no dia 27 para os assinantes do pacote HD no canal 554 e no canal 97 no formato SD.[61] Após adicionar o canal NET a Claro TV trocou o canal Speed pelo Fox Sports, no dia 28 de março de 2012 disponível a partir do pacote Essencial.[68][69]

O canal estreou às 10 horas do dia 5 de fevereiro de 2012 disponível para as operadoras TVN,[70] Nossa TV[71], Cabotelecom,[72] Claro TV e Oi TV estes dois últimos lançados como canal de testes após um dia do seu lançamento.[73][74]

Dois dias após, a operadora de TV a cabo RCA de Teresópolis no Rio de Janeiro adicionou o canal no seu line-up no canal 58,[75] a operadora TCM de Mossoró, Rio Grande do Norte também adicionou o canal mesma numeração (58).[76] Após 7 dias, o canal começou a ser disponibilizado pelas operadoras: CTBC TV no canal 465, Telefônica TV Digital (atualmente Vivo TV) no canal 465 e pela Oi TV canal 520.[77] Antecipadamente pelo Twitter, a TTD anunciou que o canal seria adicionado no dia 14, mas a mensagem foi apagada e novamente divulgado só que para o dia seguinte (15).[78][79] Um dia após a Fibra TV adicionou o canal na numeração 50 e a GVT TV no canal 53.[80]

No dia 14 de março de 2012 o canal estreou na SKY substituindo o canal Speed no canal 28.[81] No dia 27 de março de 2012 o Fox Sports anuncia a entrada na NET e na Claro TV. Em ambas as operadoras, entra no lugar do canal Speed, canal 97 e canal 50 respectivamente, sendo que na NET entrou com a disponibilidade do canal em HDTV no canal 554.[66] Na madrugada do dia 28 de março de 2012 o canal entrou na grade da Claro TV. Dias após a operadora anunciou que o canal estaria disponível em formato high-definition no canal 550.[82] Em 12 de abril a SKY trocou a numeração do canal para 27.[83] Em 26 de abril de 2012 o canal Fox Sports em HD foi adicionado a programação da SKY no canal 227.[84]

via: wikipedia[:en]

 

Fox Sports Brasil é um canal de televisão por assinatura brasileiro voltado para transmissão de eventos esportivos 24 horas por dia.[5] Desde 5 de fevereiro de 2012 o canal já está disponível em todo o território brasileiro, disponível em algumas operadoras no lugar do canal Speed Channel (pertencente ao mesmo grupo) com o início da Copa Santander Libertadores.[6] O canal está presente atualmente nas três maiores operadoras de TV por assinatura Sky, NET, Claro TV e também incluso na Vivo TV, Nossa TV, Algar TV e TV Alphaville. Atualmente, o canal já é o segundo canal mais assistido da TV paga no horário nobre, ficando apenas atrás do SporTV, pertencente a Globosat.[7] Um segundo canal, o Fox Sports 2 foi lançado em 24 de janeiro de 2014.[8]

O Fox Sports já estava presente em quase todos os países da América do Sul, América do Norte, América Central e Caribe, exceto na Guiana, Suriname e Guiana Francesa, e há muito tempo visava integrar também o mercado brasileiro. O canal só pôde ser lançado no país após a compra da participação majoritária da Fox Pan American Sports, que pertencia a HM Capital Partners.[9]

Atualmente, alguns canais pertencentes ao mesmo grupo transmitem, regularmente, alguns eventos exclusivos do canal Fox Sports, como o FX e a Fox (em 2012 apenas) que transmite (transmitiu) a Copa Libertadores, a Copa Sul-Americana e eventos de artes marciais mistas.

Em 2014 transmitiu a Copa do Mundo da FIFA no Brasil com ampla cobertura e em HDTV.

Controvérsias[editar | editar código-fonte]
Os motivos da não vinda do Fox Sports para o Brasil são, em sua grande maioria, especulações. Muitos falam da impossibilidade do canal trazer eventos importantes para o Brasil. O que é infundado, pois ele detém o segundo maior número de competições transmitidas na América Latina, só perdendo para a ESPN. Outro motivo seria o confronto de interesses com as Organizações Globo, no caso o canal SporTV, emissora esportiva em canal fechado do grupo.[10][11]

Com a suposta compra ou “parceria” do canal BandSports,[12][13] pertencente ao Grupo Bandeirantes de Comunicação, o FOX Sports iria deter os direitos de transmissão dos Jogos Olímpicos de Verão de 2012, de inverno de 2014 e da Copa do mundo de 2014, mas em contrapartida, a Band perderia os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro de Futebol de 2012 que são pertencentes a Rede Globo.[14] Meses após a notícia, Paulo Saad, executivo da Band anunciou que o grupo não irá vender o canal.[15]

Pela não inserção do canal nos pacotes da SKY e NET que são parceiras da Globosat, o canal provavelmente iria fazer uma queixa ao CADE.[16][17] Depois a Sky noticiou que não iria fazer queixa contra o canal. [carece de fontes]

Na transmissão da chamada do Fox Sports nos canais da Fox, a operadora SKY trocou a chamada original do canal por uma mixagem de propagandas da operadora.[18] Em resposta a seus clientes pelas redes sociais, pediu que os solicitados entrassem em contato com a Fox Sports e pedissem que os jogos da Libertadores fossem exibidos no canal FX, já que o canal é disponível no line-up da operadora.[19][20]

Ao contrário do que havia se noticiado, o Grupo Fox estaria cobrando preços menores as operadoras inferiores e oferecendo descontos e as maiores dobrando o preço com isso sofrendo com o alto preço e com incentivo da inserção do canal nas operadoras pelos usuários.[21] Segundo o presidente da SKY, Luiz Eduardo Baptista, disse em reportagem ao Meio & Mensagem que, “A Fox quer cobrar vinte vezes mais o Fox Sports em relação ao que custa o Speed. E isso eles não divulgam nas redes sociais”, dizendo pela incentivação nas redes sociais pela inserção do canal.

Outra controvérsia do canal é que em suas transmissões são ditos os nomes originais das competições, fato que não ocorre em outros canais. Um exemplo claro é utilizar Barclays Premier League e não somente Premier League. Não se sabe se o canal tem contrato de naming rights com as ligas, mas estranha o fato de que outros canais que mostram as competições não dizem o nome das marcas.[22]

Direitos de transmissão[editar | editar código-fonte]
O canal herdou os direitos dos seguintes eventos: Copa Sul-Americana, Copa Libertadores da América,[23] Campeonato Inglês, ATP, NASCAR[24] e no final de janeiro de 2012 a Fox comprou os direitos do Campeonato Italiano[25] por três temporadas, anteriormente os direitos eram pertencentes à ESPN Brasil.[26]

Em 2013, mostrará a Copa do Brasil e os mesmos jogos transmitidos pela Rede Globo Local na quarta e domingo do Campeonato Brasileiro, numa parceria com o SporTV, no qual passará a este alguns jogos das Copas Libertadores da América e Sul-Americana. Em troca, a emissora recebeu da Rede Globo o sublicenciamento dos direitos de transmissão da Copa do Mundo FIFA 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016 realizados no Brasil.

No dia 19 de dezembro de 2013, o canal comprou os direitos do Basquetebol universitário norte-americano, O canal terá direito de exibir ao vivo os mesmos jogos mostrados pela rede FOX nos Estados Unidos. A aquisição da FOX dará o direito de transmitir importantes jogos (não os mais importantes, que seguem na ESPN Brasil). Em março, na fase final, todos os jogos poderão ser transmitidos, o que garantirá exibições ao vivo no FOX Sports 2 em várias horas de vários dias, como já ocorre com ESPN Brasil e BandSports nessa época do ano[27].

Ainda em 2014, o Fox Sports transmitirá alguns eventos de PPV do Bellator MMA, mas a partir de 2015 a transmissão será exclusiva, tirando os direitos do Esporte Interativo[28].

No ano de 2015, O canal mostrará o Campeonato Alemão de Futebol, Supercopa da Alemanha e o playoffs de rebaixamento. O acordo entre a Fox e a Deutsche Fußball Liga abrangerá 80 países, Num contrato válido por 5 temporadas na América e na Ásia e por 2 temporadas na Europa. Com isso, a partir da temporada 2015/2016, a ESPN Brasil não mostrará mais o Campeonato Alemão de Futebol para o Brasil com exclusividade. Em Junho de 2015 o Fox Sports sublicenciou os direitos do Campeonato Alemão para a ESPN Brasil.[29]

No dia 1 de abril de 2014, o canal confirmou a aquisição dos direitos da Major League Baseball, Com isso o canal terá direito de exibir 3 jogos ao vivo por semana, um jogo na sexta, sempre no horário da Costa Oeste, e a uma rodada dupla no sábado, que deve ser a mesma transmitida pelo canal Fox Sports 1 nos Estados Unidos.[30]

No dia 17 de setembro de 2014, O Fox Sports Latino Americano fechou um contrato válido por 5 anos com a WWE, O contrato vale também para países como México, Brasil, Argentina, Colombia e Chile. Com o acordo o Fox Sports terá direitos de transmitir o WWE NXT, WWE RAW, WWE SmackDown, WWE Total Divas e eventos de Pay-Per-View pelo Fox Play.[31]

Em Julho de 2015 o canal Fox Sports anunciou que vai transmitir o Campeonato Espanhol e a UEFA Europa League. Competições que a ESPN Brasil tinha a exclusividade e sublicenciou ao Fox Sports Brasil, Além do Campeonato Belga e da Liga Escocesa ambas com exclusividade.[32]

Contratações[editar | editar código-fonte]
Dentre as contratações do canal estão: João Guilherme que era narrador canal SporTV,[33] também do SporTV Victorino Chermont e José Ilan ex-colunista do GloboEsporte.com, ambos serão comentaristas.[34] Marco de Vargas que era contratado do RBS TV filiada da Rede Globo no Rio Grande do Sul, Hamilton Rodrigues que estava no Portal Terra,[35] Carlos Eugênio Simon ex-árbitro de futebol que será comentarista,[36] Rodrigo Bueno conhecido como “Bubu” que estava no canal ESPN Brasil,[37] Eduardo Elias que era VJ da MTV Brasil,[38] Eder Reis que estava há cinco anos na RedeTV!,[39] Tammy Di Calafiori atriz pelo último trabalho na novela Passione da Rede Globo.[40][41][42] André Cavalcanti como repórter.[3] No dia 01º de novembro de 2012, a emissora anunciou a contratação do polêmico jornalista Renato Maurício Prado, que era do SporTV e saiu após discussão ao vivo com Galvão Bueno[43]. Recentemente integrou a equipe, Henrique Damy ex- Produtor e Editor da Rede TV e SBT. No rádio Damy passou por Eldorado, Band e CBN. Ele dará apoio a produção e edição do material gerado de São Paulo. No dia 05/02/2013, dia em que completou 1 ano de transmissões, a emissora anunciou a contratação do locutor Gustavo Villani, que era contratado da ESPN Brasil e que fazia transmissões pela Rádio Estadão ESPN. em março de 2013, com a saída de Emilim Schmitz, no qual deixou a emissora devido a compromissos particulares. a emissora anunciou Marina Ferrari, que estava na TV Bandeirantes[44].

No 4 de dezembro de 2013, O canal acertou a contratação de Fábio Sormani, comentarista da Jovem Pan FM São Paulo, ele se despediu da emissora de Rádio no dia 31 de dezembro de 2013 para seguir no Fox Sports. Sua estreia foi no FOX Sports Rádio no canal Fox Sports 2[45]. No dia 21 de janeiro de 2014, a emissora anunciou o lançamento do Fox Sports 2 e apresentou suas contratações para o novo canal, Os nomes foram Benjamin Back, Osvaldo Pascoal, Flávio Gomes, Mauro Beting, Paulo Roberto Falcão, Paulo Bonfá, Livia Nepomuceno, Mauricio Borges(Mano) e Fábio Sormani.[46] No dia 06 de Fevereiro de 2014, o canal acertou com mais dois reforços, o 1° é Cadu Cortez, jornalista da TV Cultura , que chega para narrar jogos no canal. Porém, Cadu Cortez continuará apresentando o quadro Hora do Esporte, dentro do Jornal da Cultura Primeira Edição.[47] O 2° reforço do canal, foi a apresentadora Paula Varejão, ex-Esporte Interativo, o anúncio da contratação veio por parte de Paula na rede social Instagram.[48] No dia 18/02/14, O canal contratou mais dois repórteres, um já tinha até postado em sua página no Facebook a saída da TV Globo Minas no fim de janeiro, mas sem revelar seu futuro profissional: Diego Bertozzi, que também trabalhou na TV Integração Uberlândia, na TV Tribuna (Santos) e na TV TEM Itapetininga. O outro repórter estava na RBS TV de Porto Alegre: se trata do Ricardo Lay, que também já passou por TVE RS e Rádio Pampa AM.[49]

No dia 08 de Dezembro de 2014, O Fox Sports contratou Paulo Vinícius Coelho principal comentarista da ESPN Brasil.[50]

No dia 25 de março de 2015, o Fox Sports contrata o narrador Nivaldo Prieto ex-Band.[51]

Em 16 de fevereiro de 2016, anuncia a contratação do narrador Deva Pascovicci ex-CBN e ex-SporTV [52].No dia 22 de fevereiro de 2016, foi anunciado a contratação do ex-Rádio Bandeirantes Leandro Quesada[53].

Pré-estreia e estreia[editar | editar código-fonte]
A primeira pré-estreia do canal aconteceu na noite de 25 de janeiro de 2012, com a transmissão, através de um pool entre os canais FX e Speed, da partida entre Internacional de Porto Alegre e Once Caldas de Manizales. O jogo foi narrado por Marco de Vargas, comentado por Paulo Júlio Clement e Carlos Eugênio Simon e reportado por Fernando Caetano e Vitorino Chermont. Durante a transmissão, os selos laterais que identificavam os canais que transmitiam a partida se transformavam no selo do Fox Sports, o que indicava que a transmissão foi produzida pela equipe do canal. Durante os intervalos das partidas, exibiram-se as primeiras chamadas do canal.[14]

A segunda e última pré-estreia aconteceu no dia 1º de fevereiro de 2012, com a transmissão do jogo entre Flamengo e Real Potosí, que foi realizada no Engenhão. O jogo teve a narração de João Guilherme. Em seguida, foi exibido, na íntegra, o video-tape da segunda partida entre Internacional e Once Caldas, em Manizales, com Marco de Vargas, José Ilan e Flávio Winick.[54]

A primeira transmissão foi de uma partida de futevôlei: o Desafio Fox Sports de Futevôlei (exclusivo) na praia de Copacabana no Rio de Janeiro, aonde os jogadores disputavam o título de “Rei da Rede”.

A Libertadores 2012 foi a primeira competição exibida pelo canal, com pouca experiência foram cometidos vários erros, no jogo Internacional x The Strongest o áudio do canal ficou atrasado em relação a imagem. Em muitos jogos vazou o áudio da Fox Sports América Latina. A partida entre Fluminense e Arsenal exibido no dia 7 de fevereiro de 2012 foi transmitido no novo canal do Grupo Fox e no canal Speed.[55][56]

Após este jogo transmitido por um dos canais da Fox, a mesma decidiu que não haveria mais a transmissão pelos canais do grupo a não ser o Fox Sports.[57][58] Apesar da decisão o canal exibiu dias após o jogo do Corinthians e o canal FX o jogo do Fluminense.[59][60]

No dia 14 de março, o canal entrou no line-up da SKY e, no mesmo dia, passou a transmitir os jogos da Copa Libertadores da América de 2012. O primeiro jogo a ser transmitido pela NET foi entre Olimpia e Flamengo exibido no dia da estreia.[61]

Negociações e entrada nas operadoras[editar | editar código-fonte]
Anteriormente a sua fundação o próprio canal disse que as negociações estaria em aberto mais ainda não confirmavam entrada em nenhuma operadora.[62]

O colunista Lauro Jardim, do blog “Radar on-line” da Revista Veja, afirmou antes da sua estreia que o canal havia fechado negociações com a Oi TV e GVT TV e em estágio avançado com a Telefônica TV Digital (Vivo TV), cobrando apenas R$ 1,50 por cada assinatura, o valor era igual ao que o canal ESPN cobrava.[54][63] A Claro TV já teria fechado com o canal, mas este não aparecia na grade da operadora ainda. O canal já estaria em negociações com as operadoras e que precisaria de mais tempo para acertar.[54]

Segundo notícia publicada no “TV Esporte Blog” hospedado pelo site Yahoo! a Claro TV já havia assinado o contrato mas havia uma cláusula contratual aonde condicionava à entrada da NET e SKY.[64] No dia 12 de março, a SKY fecha o contrato com o canal,[65] que entrou na mesma semana. Em 20 de março de 2012 a coluna “Outro Canal” do jornal Folha de S.Paulo comentou que o canal poderia ser exibido pela NET muito em breve, já que as partes já haviam se entendido e o acordo já estava adiantado.[66]

Antecipadamente em 3 de fevereiro, foi anunciado que o canal seria transmitido pela Nossa TV do missionário R.R. Soares.[67] Um dia antes da estreia ou seja em 26 de março de 2012 a NET anunciou que o canal estraria na programação no dia 27 para os assinantes do pacote HD no canal 554 e no canal 97 no formato SD.[61] Após adicionar o canal NET a Claro TV trocou o canal Speed pelo Fox Sports, no dia 28 de março de 2012 disponível a partir do pacote Essencial.[68][69]

O canal estreou às 10 horas do dia 5 de fevereiro de 2012 disponível para as operadoras TVN,[70] Nossa TV[71], Cabotelecom,[72] Claro TV e Oi TV estes dois últimos lançados como canal de testes após um dia do seu lançamento.[73][74]

Dois dias após, a operadora de TV a cabo RCA de Teresópolis no Rio de Janeiro adicionou o canal no seu line-up no canal 58,[75] a operadora TCM de Mossoró, Rio Grande do Norte também adicionou o canal mesma numeração (58).[76] Após 7 dias, o canal começou a ser disponibilizado pelas operadoras: CTBC TV no canal 465, Telefônica TV Digital (atualmente Vivo TV) no canal 465 e pela Oi TV canal 520.[77] Antecipadamente pelo Twitter, a TTD anunciou que o canal seria adicionado no dia 14, mas a mensagem foi apagada e novamente divulgado só que para o dia seguinte (15).[78][79] Um dia após a Fibra TV adicionou o canal na numeração 50 e a GVT TV no canal 53.[80]

No dia 14 de março de 2012 o canal estreou na SKY substituindo o canal Speed no canal 28.[81] No dia 27 de março de 2012 o Fox Sports anuncia a entrada na NET e na Claro TV. Em ambas as operadoras, entra no lugar do canal Speed, canal 97 e canal 50 respectivamente, sendo que na NET entrou com a disponibilidade do canal em HDTV no canal 554.[66] Na madrugada do dia 28 de março de 2012 o canal entrou na grade da Claro TV. Dias após a operadora anunciou que o canal estaria disponível em formato high-definition no canal 550.[82] Em 12 de abril a SKY trocou a numeração do canal para 27.[83] Em 26 de abril de 2012 o canal Fox Sports em HD foi adicionado a programação da SKY no canal 227.[84]

via: wikipedia[:]

Compartilhar

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA