Assistir Espn Brasil AO VIVO ONLINE

[:pb]

ESPN Brasil é uma rede de televisão por assinatura brasileiro esportivo. É a franquia local da ESPN sendo a única filial controlada diretamente pelo The Walt Disney Company através da American Broadcasting Company, mesmo com a venda de 20% de participação para a Hearst Corporation. Transmite eventos esportivos de várias modalidades, tanto nacionais quanto internacionais. Atualmente a ESPN Brasil mantém parcerias também no meio rádio, através da rádio 102 FM, onde, com sua equipe, cobre o Santos, além de gerar conteúdo próprio no portal da emissora.

Antes da fundação do canal ESPN Brasil, houve o Canal +, criado em 1989, que retransmitia a ESPN USA. Esse canal, pertencente ao Grupo Machline, tinha áudio original em português, mas na época a programação era completamente amadora, com programas de fitness, pescaria e croquet e ligas pouco populares até nos Estados Unidos como a de beisebol universitário. O canal, o primeiro “por assinatura” do Brasil, foi transmitido em UHF em São Paulo. Também foi graças a essa emissora que tivemos as primeiras transmissões de Futebol americano, Beisebol e Hóquei em solo brasileiro. A ESPN chegou ao Brasil em 1989, e foi o primeiro canal de esportes da TV paga brasileira. Seis anos depois, em 1995, a empresa criou o canal ESPN Brasil. Em abril de 2009, lançou o ESPN HD, em alta definição, que a partir de julho de 2012 passou a se chamar ESPN+, com uma programação diferenciada. As atividades da ESPN Internacional incluem televisão, rádio, impresso, internet, banda larga, internet sem fio, produtos de consumo e gestão de eventos[1] Desde então, já cobriu eventos como Jogos Olímpicos, Copa do Mundo FIFA, Jogos Pan-Americanos, Eurocopa, Copa América e Eliminatórias para a Copa do Mundo.

A partir de 1999, uma crise devido a desvalorização do real fez o Grupo Abril vender sua parte na ESPN Brasil. Assim a American Broadcasting Company, subsidiária Disney, assume todo o controle e a ESPN Brasil fica como propriedade de The Walt Disney Company.

Desde o final do ano de 2006, toda a programação em português da ESPN passou a ser feita pela ESPN Brasil e seus profissionais na sede em São Paulo. E alguns novos programas foram adicionados a grade do canal, são os programas: É Rapidinho, Juca Entrevista, The Book is on the Table e Fora de Jogo. E antes do Monday Night Football, a ESPN transmite o Semana NFL.

Em 29 de abril de 2009 estreia no país o primeiro canal em alta definição com programação totalmente esportiva, o ESPN HD. Em julho de 2009, o canal criou um prêmio próprio, dado ao melhor jogador e para o jogador revelação brasileiro de futebol que atua fora do Brasil, o “Prêmio Futebol no Mundo”, que tem o nome de um programa da emissora (Futebol no Mundo, exibido as sextas e terças-feiras a noite), o mais antigo ainda em exibição. Os vencedores da primeira edição do prêmio foram Grafite, do VfL Wolfsburg (Alemanha), e Júlio César, da Internazionale (Itália)[2].

Em 2011 a ESPN Brasil passa a utilizar novos GCs, no SportsCenter iguais ao utilizados pela ESPN dos Estados Unidos. No dia 28 de maio foi transmitida a final da UEFA Champions League com a narração de Paulo Andrade e com comentários de Paulo Vinicius Coelho e de José Trajano, nesta mesmo jogo a ESPN fez a primeira transmissão em 3D de futebol no Brasil, em parceria com a rede de cinemas Cinemark[3] e com a operadora de TV a cabo NET[4]. No jogo entre São Paulo Futebol Clube e Goiás Esporte Clube no dia 27 de abril a ESPN Brasil fez a sua primeira transmissão em HD no Brasil, o jogo teve narração de João Palomino e comentários de Paulo Vinicius Coelho. A ESPN Brasil começou a transmitir a partir do dia 7 de agosto a Football League Championship, a segunda divisão do Campeonato Inglês de futebol[5]. No mesmo ano, a ESPN começou a transmitir o Campeonato Japonês de futebol, a J-League. Apenas 4 partidas foram mostradas ao todo no ano. Destas 4, somente uma foi transmitida ao vivo, a última rodada do cameponato. Todas as partidas foram transmitidas somente da ESPN HD.

Em março de 2012, a ESPN do Brasil migrou completamente em HD, tanto com a ESPN Brasil e ESPN, ambos os canais se tornaram 100% em alta definição. Isso fez com que todos os programas da emissora ganhassem um novo ambiente gráfico. Tiveram várias variações que se alternam em programas, mas em todos eles, o GC foi modificado, se adequando a tecnologia Vizrt (A mesma usada no SportsCenter) e se tornando 100% digital em questões gráficas. O canal começou a transmitir a Segunda Divisão da Argentina a partir do final de março, e pra isso, contratou o Juan Pablo Sorín, ex-jogador do River Plate, pra comentar os jogos do time. Com a chegada do Fox Sports, a ESPN perdeu completamente os direitos do Campeonato Italiano (Serie A TIM) por que a Fox Broadcasting Company tem a exclusividade do evento no mundo todo. Os direitos do Campeonato Inglês mudam e eles terão que ser divididos também com a FOX. Como “resposta” da perda dos direitos do Italiano, a ESPN adquire os direitos completos do Campeonato Mexicano de Futebol. Entretanto, só passaram a partir de 19 de agosto, depois das olimpíadas, quando o torneio estiver já na quarta rodada. A ESPN fez, no dia 3 de Julho, sua primeira transmissão de um evento da WSOP ao vivo, sem contar os main events (as finais). A emissora fez com exclusividade para o Brasil o The Big One for Drop, considerado o maior evento de poker da história por superar todos os outros em questão de premiação. Neste ano, a ESPN também anunciou os direitos de transmissão da Liga Futsal de 2012 e do Campeonato Grego. Em 30 de Novembro de 2012, a ESPN, junto com a Rádio Estadão ESPN e a Revista ESPN, recebeu o troféu Ford ACEESP (Associação dos Cronistas Esportivos de São Paulo) de melhor equipe. Também foram premiados os jornalistas Paulo Vinícius Coelho (melhor comentarista TV fechada), André Plihal (melhor repórter TV fechada), Paulo Soares (melhor apresentador TV fechada), Eduardo Affonso (melhor repórter rádio) e Flávio Gomes (melhor apresentador rádio). [carece de fontes]

A emissora estreou sua nova programação em 2013 com novos programas, como o Duetto nas segundas-feiras, o Segredos do Esporte as terças-feiras, além do documentário O Brasil da Copa do Mundo. O programa Futebol no Mundo teve sua edição de terça-feira eliminada. O Juca Entrevista se transferiu para a ESPN Brasil e sua exibição passou para as noites de quinta-feira. Os programas Fora de Jogo e The Book is on the Table, ambos da ESPN, passaram a ser exibidos com uma hora de duração e ao vivo. Além disso, de segunda a sexta foi criada mais uma edição do Sportscenter na ESPN. Além disso, a ESPN passou a gerar 72 horas diárias em alta definição. O canal ESPN passou a transmitir em alta definição e com isso todos os canais do grupo passaram a transmitir no formato de vídeo 720p. Em Junho, a duplicata HD da ESPN entrou na primeira operadora considerada “grande” do território nacional. Desde o dia 7 de Junho, toda a programação da ESPN vai ao ar em alta definição na operadora de televisão à cabo NET. Em 2014, coincidindo com o início da Copa do Mundo FIFA 2014, os canais ESPN mudarão a marca, adotando o visual usado na América do Sul desde Março do ano passado.

Em 2014, a ESPN extingue alguns de seus programas antigos e demite diversos funcionários. O objetivo é criar uma linha de programação voltada para o jornalismo sem deixar de mostrar a emoção dos eventos ao vivo e as histórias de pessoas que fazem o esporte acontecer.

Em 26 de fevereiro de 2015, a ESPN anuncia o retorno das transmissões do Campeonato Italiano de Futebol. Até então, os direitos eram exclusivos do FOX Sports.

Em Março de 2015, a ESPN Brasil estréia duas novidades técnicas: o rundown e o novo bottom line. O bottom agora é igual ao utilizado na ESPN Americana; ou seja, deixou de exibir as notícias “correndo” no canto inferior da tela, mas agora são organizadas em folders, com manchetes, resultados (com os logos dos times, tempo de jogo, vencedores em vermelho e até os autores dos gols), classificações, alertas da programação e até interrupções para os chamados Breaking News. Já o rundown é semelhante ao utilizado no Fox Sports, a chamada tela em L, apresentando os próximos destaques dos programas no lado esquerdo da tela. O rundown está sendo usado no SportsCenter no Bate-Bola, e no Linha de Passe.

Em 08 de junho de 2015, estrearam os novos cenários e gráficos do SportsCenter e Bate-Bola. No dia 31 de agosto, estreia o novo cenário do Linha de Passe. Em 28 de setembro, o Futebol no Mundo tem novidades gráficas e passa a ser diário. Em 12 de outubro, estréia o ESPN Games, programa no site da emissora sobre os e-sports.

Em 21 de outubro de 2015, a ESPN Brasil demite 34 funcionários, Isso faz parte de uma reestruturação da empresa pelo mundo.

Em 24 de março de 2016, ESPN lançou oficialmente mais um canal no Brasil, o ESPN Extra.

Por enquanto, apenas a operadora Cabo Telecom, de Natal-RN, está carregando a nova emissora em seu line-up, no canal 817 (HD). Ainda não há informações sobre quando o ESPN Extra estará disponível em outras operadoras de TV por assinatura.

A programação do ESPN Extra vai contar com as transmissões dos jogos do futebol brasileiro, como o Brasileirão Sub-17 e Sub-20, e do futebol internacional, como os campeonatos Espanhol, Inglês, Alemão, Holandês e Italiano.

O novo canal também exibirá os esportes americanos universitários, a NHL e várias competições de tênis, rugby, hóquei, boxe e esportes radicais, além de documentários e dos programas jornalísticos dos canais ESPN.

Em 04 de julho de 2016, a ESPN estreou o projeto ESPN Nordeste, que irá cobrir o Futebol Nordestino. O noticiário será feito dentro do Bate-Bola Bom Dia, sob o comando de Léo Medrado da CBN.

 

via: wikipedia[:es]

 

ESPN Brasil é uma rede de televisão por assinatura brasileiro esportivo. É a franquia local da ESPN sendo a única filial controlada diretamente pelo The Walt Disney Company através da American Broadcasting Company, mesmo com a venda de 20% de participação para a Hearst Corporation. Transmite eventos esportivos de várias modalidades, tanto nacionais quanto internacionais. Atualmente a ESPN Brasil mantém parcerias também no meio rádio, através da rádio 102 FM, onde, com sua equipe, cobre o Santos, além de gerar conteúdo próprio no portal da emissora.

Antes da fundação do canal ESPN Brasil, houve o Canal +, criado em 1989, que retransmitia a ESPN USA. Esse canal, pertencente ao Grupo Machline, tinha áudio original em português, mas na época a programação era completamente amadora, com programas de fitness, pescaria e croquet e ligas pouco populares até nos Estados Unidos como a de beisebol universitário. O canal, o primeiro “por assinatura” do Brasil, foi transmitido em UHF em São Paulo. Também foi graças a essa emissora que tivemos as primeiras transmissões de Futebol americano, Beisebol e Hóquei em solo brasileiro. A ESPN chegou ao Brasil em 1989, e foi o primeiro canal de esportes da TV paga brasileira. Seis anos depois, em 1995, a empresa criou o canal ESPN Brasil. Em abril de 2009, lançou o ESPN HD, em alta definição, que a partir de julho de 2012 passou a se chamar ESPN+, com uma programação diferenciada. As atividades da ESPN Internacional incluem televisão, rádio, impresso, internet, banda larga, internet sem fio, produtos de consumo e gestão de eventos[1] Desde então, já cobriu eventos como Jogos Olímpicos, Copa do Mundo FIFA, Jogos Pan-Americanos, Eurocopa, Copa América e Eliminatórias para a Copa do Mundo.

A partir de 1999, uma crise devido a desvalorização do real fez o Grupo Abril vender sua parte na ESPN Brasil. Assim a American Broadcasting Company, subsidiária Disney, assume todo o controle e a ESPN Brasil fica como propriedade de The Walt Disney Company.

Desde o final do ano de 2006, toda a programação em português da ESPN passou a ser feita pela ESPN Brasil e seus profissionais na sede em São Paulo. E alguns novos programas foram adicionados a grade do canal, são os programas: É Rapidinho, Juca Entrevista, The Book is on the Table e Fora de Jogo. E antes do Monday Night Football, a ESPN transmite o Semana NFL.

Em 29 de abril de 2009 estreia no país o primeiro canal em alta definição com programação totalmente esportiva, o ESPN HD. Em julho de 2009, o canal criou um prêmio próprio, dado ao melhor jogador e para o jogador revelação brasileiro de futebol que atua fora do Brasil, o “Prêmio Futebol no Mundo”, que tem o nome de um programa da emissora (Futebol no Mundo, exibido as sextas e terças-feiras a noite), o mais antigo ainda em exibição. Os vencedores da primeira edição do prêmio foram Grafite, do VfL Wolfsburg (Alemanha), e Júlio César, da Internazionale (Itália)[2].

Em 2011 a ESPN Brasil passa a utilizar novos GCs, no SportsCenter iguais ao utilizados pela ESPN dos Estados Unidos. No dia 28 de maio foi transmitida a final da UEFA Champions League com a narração de Paulo Andrade e com comentários de Paulo Vinicius Coelho e de José Trajano, nesta mesmo jogo a ESPN fez a primeira transmissão em 3D de futebol no Brasil, em parceria com a rede de cinemas Cinemark[3] e com a operadora de TV a cabo NET[4]. No jogo entre São Paulo Futebol Clube e Goiás Esporte Clube no dia 27 de abril a ESPN Brasil fez a sua primeira transmissão em HD no Brasil, o jogo teve narração de João Palomino e comentários de Paulo Vinicius Coelho. A ESPN Brasil começou a transmitir a partir do dia 7 de agosto a Football League Championship, a segunda divisão do Campeonato Inglês de futebol[5]. No mesmo ano, a ESPN começou a transmitir o Campeonato Japonês de futebol, a J-League. Apenas 4 partidas foram mostradas ao todo no ano. Destas 4, somente uma foi transmitida ao vivo, a última rodada do cameponato. Todas as partidas foram transmitidas somente da ESPN HD.

Em março de 2012, a ESPN do Brasil migrou completamente em HD, tanto com a ESPN Brasil e ESPN, ambos os canais se tornaram 100% em alta definição. Isso fez com que todos os programas da emissora ganhassem um novo ambiente gráfico. Tiveram várias variações que se alternam em programas, mas em todos eles, o GC foi modificado, se adequando a tecnologia Vizrt (A mesma usada no SportsCenter) e se tornando 100% digital em questões gráficas. O canal começou a transmitir a Segunda Divisão da Argentina a partir do final de março, e pra isso, contratou o Juan Pablo Sorín, ex-jogador do River Plate, pra comentar os jogos do time. Com a chegada do Fox Sports, a ESPN perdeu completamente os direitos do Campeonato Italiano (Serie A TIM) por que a Fox Broadcasting Company tem a exclusividade do evento no mundo todo. Os direitos do Campeonato Inglês mudam e eles terão que ser divididos também com a FOX. Como “resposta” da perda dos direitos do Italiano, a ESPN adquire os direitos completos do Campeonato Mexicano de Futebol. Entretanto, só passaram a partir de 19 de agosto, depois das olimpíadas, quando o torneio estiver já na quarta rodada. A ESPN fez, no dia 3 de Julho, sua primeira transmissão de um evento da WSOP ao vivo, sem contar os main events (as finais). A emissora fez com exclusividade para o Brasil o The Big One for Drop, considerado o maior evento de poker da história por superar todos os outros em questão de premiação. Neste ano, a ESPN também anunciou os direitos de transmissão da Liga Futsal de 2012 e do Campeonato Grego. Em 30 de Novembro de 2012, a ESPN, junto com a Rádio Estadão ESPN e a Revista ESPN, recebeu o troféu Ford ACEESP (Associação dos Cronistas Esportivos de São Paulo) de melhor equipe. Também foram premiados os jornalistas Paulo Vinícius Coelho (melhor comentarista TV fechada), André Plihal (melhor repórter TV fechada), Paulo Soares (melhor apresentador TV fechada), Eduardo Affonso (melhor repórter rádio) e Flávio Gomes (melhor apresentador rádio). [carece de fontes]

A emissora estreou sua nova programação em 2013 com novos programas, como o Duetto nas segundas-feiras, o Segredos do Esporte as terças-feiras, além do documentário O Brasil da Copa do Mundo. O programa Futebol no Mundo teve sua edição de terça-feira eliminada. O Juca Entrevista se transferiu para a ESPN Brasil e sua exibição passou para as noites de quinta-feira. Os programas Fora de Jogo e The Book is on the Table, ambos da ESPN, passaram a ser exibidos com uma hora de duração e ao vivo. Além disso, de segunda a sexta foi criada mais uma edição do Sportscenter na ESPN. Além disso, a ESPN passou a gerar 72 horas diárias em alta definição. O canal ESPN passou a transmitir em alta definição e com isso todos os canais do grupo passaram a transmitir no formato de vídeo 720p. Em Junho, a duplicata HD da ESPN entrou na primeira operadora considerada “grande” do território nacional. Desde o dia 7 de Junho, toda a programação da ESPN vai ao ar em alta definição na operadora de televisão à cabo NET. Em 2014, coincidindo com o início da Copa do Mundo FIFA 2014, os canais ESPN mudarão a marca, adotando o visual usado na América do Sul desde Março do ano passado.

Em 2014, a ESPN extingue alguns de seus programas antigos e demite diversos funcionários. O objetivo é criar uma linha de programação voltada para o jornalismo sem deixar de mostrar a emoção dos eventos ao vivo e as histórias de pessoas que fazem o esporte acontecer.

Em 26 de fevereiro de 2015, a ESPN anuncia o retorno das transmissões do Campeonato Italiano de Futebol. Até então, os direitos eram exclusivos do FOX Sports.

Em Março de 2015, a ESPN Brasil estréia duas novidades técnicas: o rundown e o novo bottom line. O bottom agora é igual ao utilizado na ESPN Americana; ou seja, deixou de exibir as notícias “correndo” no canto inferior da tela, mas agora são organizadas em folders, com manchetes, resultados (com os logos dos times, tempo de jogo, vencedores em vermelho e até os autores dos gols), classificações, alertas da programação e até interrupções para os chamados Breaking News. Já o rundown é semelhante ao utilizado no Fox Sports, a chamada tela em L, apresentando os próximos destaques dos programas no lado esquerdo da tela. O rundown está sendo usado no SportsCenter no Bate-Bola, e no Linha de Passe.

Em 08 de junho de 2015, estrearam os novos cenários e gráficos do SportsCenter e Bate-Bola. No dia 31 de agosto, estreia o novo cenário do Linha de Passe. Em 28 de setembro, o Futebol no Mundo tem novidades gráficas e passa a ser diário. Em 12 de outubro, estréia o ESPN Games, programa no site da emissora sobre os e-sports.

Em 21 de outubro de 2015, a ESPN Brasil demite 34 funcionários, Isso faz parte de uma reestruturação da empresa pelo mundo.

Em 24 de março de 2016, ESPN lançou oficialmente mais um canal no Brasil, o ESPN Extra.

Por enquanto, apenas a operadora Cabo Telecom, de Natal-RN, está carregando a nova emissora em seu line-up, no canal 817 (HD). Ainda não há informações sobre quando o ESPN Extra estará disponível em outras operadoras de TV por assinatura.

A programação do ESPN Extra vai contar com as transmissões dos jogos do futebol brasileiro, como o Brasileirão Sub-17 e Sub-20, e do futebol internacional, como os campeonatos Espanhol, Inglês, Alemão, Holandês e Italiano.

O novo canal também exibirá os esportes americanos universitários, a NHL e várias competições de tênis, rugby, hóquei, boxe e esportes radicais, além de documentários e dos programas jornalísticos dos canais ESPN.

Em 04 de julho de 2016, a ESPN estreou o projeto ESPN Nordeste, que irá cobrir o Futebol Nordestino. O noticiário será feito dentro do Bate-Bola Bom Dia, sob o comando de Léo Medrado da CBN.

 

via: wikipedia[:en]

 

ESPN Brasil é uma rede de televisão por assinatura brasileiro esportivo. É a franquia local da ESPN sendo a única filial controlada diretamente pelo The Walt Disney Company através da American Broadcasting Company, mesmo com a venda de 20% de participação para a Hearst Corporation. Transmite eventos esportivos de várias modalidades, tanto nacionais quanto internacionais. Atualmente a ESPN Brasil mantém parcerias também no meio rádio, através da rádio 102 FM, onde, com sua equipe, cobre o Santos, além de gerar conteúdo próprio no portal da emissora.

Antes da fundação do canal ESPN Brasil, houve o Canal +, criado em 1989, que retransmitia a ESPN USA. Esse canal, pertencente ao Grupo Machline, tinha áudio original em português, mas na época a programação era completamente amadora, com programas de fitness, pescaria e croquet e ligas pouco populares até nos Estados Unidos como a de beisebol universitário. O canal, o primeiro “por assinatura” do Brasil, foi transmitido em UHF em São Paulo. Também foi graças a essa emissora que tivemos as primeiras transmissões de Futebol americano, Beisebol e Hóquei em solo brasileiro. A ESPN chegou ao Brasil em 1989, e foi o primeiro canal de esportes da TV paga brasileira. Seis anos depois, em 1995, a empresa criou o canal ESPN Brasil. Em abril de 2009, lançou o ESPN HD, em alta definição, que a partir de julho de 2012 passou a se chamar ESPN+, com uma programação diferenciada. As atividades da ESPN Internacional incluem televisão, rádio, impresso, internet, banda larga, internet sem fio, produtos de consumo e gestão de eventos[1] Desde então, já cobriu eventos como Jogos Olímpicos, Copa do Mundo FIFA, Jogos Pan-Americanos, Eurocopa, Copa América e Eliminatórias para a Copa do Mundo.

A partir de 1999, uma crise devido a desvalorização do real fez o Grupo Abril vender sua parte na ESPN Brasil. Assim a American Broadcasting Company, subsidiária Disney, assume todo o controle e a ESPN Brasil fica como propriedade de The Walt Disney Company.

Desde o final do ano de 2006, toda a programação em português da ESPN passou a ser feita pela ESPN Brasil e seus profissionais na sede em São Paulo. E alguns novos programas foram adicionados a grade do canal, são os programas: É Rapidinho, Juca Entrevista, The Book is on the Table e Fora de Jogo. E antes do Monday Night Football, a ESPN transmite o Semana NFL.

Em 29 de abril de 2009 estreia no país o primeiro canal em alta definição com programação totalmente esportiva, o ESPN HD. Em julho de 2009, o canal criou um prêmio próprio, dado ao melhor jogador e para o jogador revelação brasileiro de futebol que atua fora do Brasil, o “Prêmio Futebol no Mundo”, que tem o nome de um programa da emissora (Futebol no Mundo, exibido as sextas e terças-feiras a noite), o mais antigo ainda em exibição. Os vencedores da primeira edição do prêmio foram Grafite, do VfL Wolfsburg (Alemanha), e Júlio César, da Internazionale (Itália)[2].

Em 2011 a ESPN Brasil passa a utilizar novos GCs, no SportsCenter iguais ao utilizados pela ESPN dos Estados Unidos. No dia 28 de maio foi transmitida a final da UEFA Champions League com a narração de Paulo Andrade e com comentários de Paulo Vinicius Coelho e de José Trajano, nesta mesmo jogo a ESPN fez a primeira transmissão em 3D de futebol no Brasil, em parceria com a rede de cinemas Cinemark[3] e com a operadora de TV a cabo NET[4]. No jogo entre São Paulo Futebol Clube e Goiás Esporte Clube no dia 27 de abril a ESPN Brasil fez a sua primeira transmissão em HD no Brasil, o jogo teve narração de João Palomino e comentários de Paulo Vinicius Coelho. A ESPN Brasil começou a transmitir a partir do dia 7 de agosto a Football League Championship, a segunda divisão do Campeonato Inglês de futebol[5]. No mesmo ano, a ESPN começou a transmitir o Campeonato Japonês de futebol, a J-League. Apenas 4 partidas foram mostradas ao todo no ano. Destas 4, somente uma foi transmitida ao vivo, a última rodada do cameponato. Todas as partidas foram transmitidas somente da ESPN HD.

Em março de 2012, a ESPN do Brasil migrou completamente em HD, tanto com a ESPN Brasil e ESPN, ambos os canais se tornaram 100% em alta definição. Isso fez com que todos os programas da emissora ganhassem um novo ambiente gráfico. Tiveram várias variações que se alternam em programas, mas em todos eles, o GC foi modificado, se adequando a tecnologia Vizrt (A mesma usada no SportsCenter) e se tornando 100% digital em questões gráficas. O canal começou a transmitir a Segunda Divisão da Argentina a partir do final de março, e pra isso, contratou o Juan Pablo Sorín, ex-jogador do River Plate, pra comentar os jogos do time. Com a chegada do Fox Sports, a ESPN perdeu completamente os direitos do Campeonato Italiano (Serie A TIM) por que a Fox Broadcasting Company tem a exclusividade do evento no mundo todo. Os direitos do Campeonato Inglês mudam e eles terão que ser divididos também com a FOX. Como “resposta” da perda dos direitos do Italiano, a ESPN adquire os direitos completos do Campeonato Mexicano de Futebol. Entretanto, só passaram a partir de 19 de agosto, depois das olimpíadas, quando o torneio estiver já na quarta rodada. A ESPN fez, no dia 3 de Julho, sua primeira transmissão de um evento da WSOP ao vivo, sem contar os main events (as finais). A emissora fez com exclusividade para o Brasil o The Big One for Drop, considerado o maior evento de poker da história por superar todos os outros em questão de premiação. Neste ano, a ESPN também anunciou os direitos de transmissão da Liga Futsal de 2012 e do Campeonato Grego. Em 30 de Novembro de 2012, a ESPN, junto com a Rádio Estadão ESPN e a Revista ESPN, recebeu o troféu Ford ACEESP (Associação dos Cronistas Esportivos de São Paulo) de melhor equipe. Também foram premiados os jornalistas Paulo Vinícius Coelho (melhor comentarista TV fechada), André Plihal (melhor repórter TV fechada), Paulo Soares (melhor apresentador TV fechada), Eduardo Affonso (melhor repórter rádio) e Flávio Gomes (melhor apresentador rádio). [carece de fontes]

A emissora estreou sua nova programação em 2013 com novos programas, como o Duetto nas segundas-feiras, o Segredos do Esporte as terças-feiras, além do documentário O Brasil da Copa do Mundo. O programa Futebol no Mundo teve sua edição de terça-feira eliminada. O Juca Entrevista se transferiu para a ESPN Brasil e sua exibição passou para as noites de quinta-feira. Os programas Fora de Jogo e The Book is on the Table, ambos da ESPN, passaram a ser exibidos com uma hora de duração e ao vivo. Além disso, de segunda a sexta foi criada mais uma edição do Sportscenter na ESPN. Além disso, a ESPN passou a gerar 72 horas diárias em alta definição. O canal ESPN passou a transmitir em alta definição e com isso todos os canais do grupo passaram a transmitir no formato de vídeo 720p. Em Junho, a duplicata HD da ESPN entrou na primeira operadora considerada “grande” do território nacional. Desde o dia 7 de Junho, toda a programação da ESPN vai ao ar em alta definição na operadora de televisão à cabo NET. Em 2014, coincidindo com o início da Copa do Mundo FIFA 2014, os canais ESPN mudarão a marca, adotando o visual usado na América do Sul desde Março do ano passado.

Em 2014, a ESPN extingue alguns de seus programas antigos e demite diversos funcionários. O objetivo é criar uma linha de programação voltada para o jornalismo sem deixar de mostrar a emoção dos eventos ao vivo e as histórias de pessoas que fazem o esporte acontecer.

Em 26 de fevereiro de 2015, a ESPN anuncia o retorno das transmissões do Campeonato Italiano de Futebol. Até então, os direitos eram exclusivos do FOX Sports.

Em Março de 2015, a ESPN Brasil estréia duas novidades técnicas: o rundown e o novo bottom line. O bottom agora é igual ao utilizado na ESPN Americana; ou seja, deixou de exibir as notícias “correndo” no canto inferior da tela, mas agora são organizadas em folders, com manchetes, resultados (com os logos dos times, tempo de jogo, vencedores em vermelho e até os autores dos gols), classificações, alertas da programação e até interrupções para os chamados Breaking News. Já o rundown é semelhante ao utilizado no Fox Sports, a chamada tela em L, apresentando os próximos destaques dos programas no lado esquerdo da tela. O rundown está sendo usado no SportsCenter no Bate-Bola, e no Linha de Passe.

Em 08 de junho de 2015, estrearam os novos cenários e gráficos do SportsCenter e Bate-Bola. No dia 31 de agosto, estreia o novo cenário do Linha de Passe. Em 28 de setembro, o Futebol no Mundo tem novidades gráficas e passa a ser diário. Em 12 de outubro, estréia o ESPN Games, programa no site da emissora sobre os e-sports.

Em 21 de outubro de 2015, a ESPN Brasil demite 34 funcionários, Isso faz parte de uma reestruturação da empresa pelo mundo.

Em 24 de março de 2016, ESPN lançou oficialmente mais um canal no Brasil, o ESPN Extra.

Por enquanto, apenas a operadora Cabo Telecom, de Natal-RN, está carregando a nova emissora em seu line-up, no canal 817 (HD). Ainda não há informações sobre quando o ESPN Extra estará disponível em outras operadoras de TV por assinatura.

A programação do ESPN Extra vai contar com as transmissões dos jogos do futebol brasileiro, como o Brasileirão Sub-17 e Sub-20, e do futebol internacional, como os campeonatos Espanhol, Inglês, Alemão, Holandês e Italiano.

O novo canal também exibirá os esportes americanos universitários, a NHL e várias competições de tênis, rugby, hóquei, boxe e esportes radicais, além de documentários e dos programas jornalísticos dos canais ESPN.

Em 04 de julho de 2016, a ESPN estreou o projeto ESPN Nordeste, que irá cobrir o Futebol Nordestino. O noticiário será feito dentro do Bate-Bola Bom Dia, sob o comando de Léo Medrado da CBN.

 

via: wikipedia[:]

Compartilhar

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA